SEO Internacional SEO Internacional
sexta, 27 junho 2014 01:00 Hits : 4634

Como definir uma estratégia internacional de SEO

O desejo de alcançar o sucesso nos mercados internacionais está presente na maior parte das empresas de hoje em dia. No entanto, existem alguns erros que ainda são cometidos. Um dos exemplos de erros está no website. Ao comunicar da mesma forma em todas as línguas, a mensagem da empresa pode não ser compreendida por todos os utilizadores.

Um dos primeiros passos que deve ser tomado em conta é: identificar todos os recursos que possam vir a ser utilizados na estratégia internacional de SEO.

Alguns pormenores a ter em conta:

- Preços (que podem ser influenciados no caso de entregas internacionais e impostos)

- Língua (existe necessidade de verificar os códigos de linguagem dos websites utilizados em diferentes países)

- Factores culturais e regionais (data, hora, moeda, números de telefone, feriados)

É importante alinhar os factores acima com o objectivo principal do website.

O plano de crescimento para a presença internacional deve ser bem estruturado e seguido desde o princípio. É bastante importante a definição dos mercados rentáveis. Se o objectivo é posicionar o website em mercados onde existem um grande volume de pesquisas em relação aos produtos e serviços, o primeiro passo deve ser uma estratégia regional, traduzindo apenas landing pages específicas para alguns países, podendo assim testar o mercado alvo.

A análise de todas as variáveis informativas revela-se bastante importante nesta fase, conseguindo assim determinar se é necessário alterar ou manter a estratégia tomada.

Um dos pontos mais importantes na definição de uma estratégia de SEO internacional é: nunca, em momento algum, se deve tentar presumir o comportamento ou preferências de um mercado internacional. Nem todas as alturas são semelhantes, o comportamento dos utilizadores pode alterar-se. É um erro muito comum presumir que os produtos mais vendidos no país de origem podem vir a ser igualmente top noutros mercados, sem existir uma pesquisa e um estudo de mercado previamente realizado de forma a encontrar dados credíveis que possam ser utilizados de forma a melhorar a adaptação a outro mercado diferente.

É necessário ter em conta:

  • Pesquisa de keywords e comportamento de pesquisa
  • Análise da competição
  • Análise do comportamento da audiência e o tipo de conteúdo mais apreciado


Outro dos pormenores que devem ser evitados são as traduções automáticas de websites. Utilizar o Google Translate pode ser um erro crasso em alguns casos. As traduções devem ser feitas por pessoas, de preferência por tradutores nativos. 

Para evitar grandes custos de tradução, uma das estratégias que podem ser tomadas é a tradução de landings pages, de forma a testar e a verificar qual é a afluência de visitantes do mercado alvo que o site atinge. Começar aos poucos pode ser uma enorme vantagem na compreensão da audiência de um determinado país. 

É necessário existir coerência na forma como os websites multilingues devem actuar. Um website multilingue com sucesso deve transmitir a sensação que foi feito no país, mesmo sabendo que não foi. E, por vezes, o investimento nas traduções, permite poupar tempo e esforço futuro - que se traduz em poupança. A última coisa que deve acontecer a uma empresa é correr o risco de perder clientes internacionais devido a erros de tradução.

Tem dúvidas ou sugestões para melhorar este artigo? Partilhe a sua opinião connosco.

 

Modificado em segunda, 13 outubro 2014 19:17

Pedro A. Godinho

Marketing Executive na Inpokulis. Social media geek. Viciado em música e boa comida.

Sítio: plus.google.com/116377742705750545378

Itens relacionados

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

  • Desafios. Projetos. Pessoas. Sempre com uma rota bem definida, mas suficientemente flexível para num instante manobrar o leme na direção a seguir.
  • Marketing Executive na Inpokulis. Social media geek. Viciado em música e boa comida.
  • Blogger na Inpokulis. Comunica e escreve por gosto, inspirando-se no mundo, no cinema e na literatura. 
  • Gestora de Projetos na Inpokulis, Portugal. Apaixonada por línguas e culturas, viagens, cinema e boa música.