terça, 19 agosto 2014 14:59 Hits : 3447

Tecnologias à mesa

O mundo está em constante mudança e com ele também evolui a forma como vemos e pensamos os negócios. A restauração é um dos setores que mais se modificou nos últimos tempos com a chegada das novas tecnologias.

Hoje, qualquer pessoa que disponha de computador, tablet ou smartphone, e acesso à internet, pode publicar receitas, recomendar restaurantes, partilhar fotografias em tempo real no interior de um restaurante enquanto saboreia um novo prato ou experimenta um novo ambiente. Esta mudança de paradigma contribuiu para a explosão de plataformas online onde se pesquisa e avalia qualquer restaurante, em qualquer ponto do mundo e em qualquer língua. Atualmente, quase metade dos cibernautas decide online o próximo local para jantar. Esta pequena mudança teve um enorme impacto na forma de promover a gastronomia e os restaurantes.

 

As redes sociais chegaram à cozinha

Muitas são as vantagens que os restaurantes podem tirar da utilização de redes sociais; a conversa de “Somos um restaurante pequeno e local, não precisamos dessas tecnologias…”, já passou à história. 

Páginas online com galerias organizadas de fotografias profissionais, recheadas de conteúdos atrativos e curiosidades interessantes, traduzidas na língua de quem as visita, trazem muitos benefícios:

  • Dão a conhecer os serviços, a localização e os contactos do restaurante;

  • Promovem novidades como novos pratos, eventos e outras informações úteis;

  • Divulgam promoções e ofertas;

  • Mantêm um contacto direto com os clientes habituais;

  • Tornam o restaurante visível nas pesquisas feitas nos motores de busca;

  • Ajudam a manter o registo de feedback do serviço e da ementa;

  • Atraem e angariam novos clientes;

  • Esbatem a sazonalidade da atividade.

Existem inúmeras redes sociais por onde começar: Facebook, Twitter, Youtube, Instagram, Pinterest, Foursquare, etc. Umas serão melhores para partilhar fotografias, outras para vídeos e, ainda, outras onde as pessoas poderão deixar comentários sobre o restaurante. Contudo, o Facebook, com 751 milhões de utilizadores ativos diariamente, permite que faça tudo isso ao mesmo tempo, posicionando o restaurante no meio desses milhões, ajudando-o a atingir 80% dos consumidores.

 

Adaptar-se para crescer

Já vimos que as redes sociais são uma poderosa ferramenta de marketing, e sabemos que 9 em 10 restaurantes concordam com esta avaliação, pois estas possibilitam e ajudam a alcançar e interagir com mais pessoas e, consequentemente, a aumentar o número de clientes.

Antes, “de boca em boca”, os familiares e os amigos eram as principais fontes para conhecer e experimentar novos restaurantes; hoje em dia, são as imagens de comida que preenchem todo o espaço online devendo ser, a seguir às selfies, o tipo de fotografias mais publicado no Instagram. 

Para além das fotografias virais, também o sucesso dos restaurantes é agora influenciado pelos comentários deixados por clientes em sites com esse mesmo objetivo. Antes era apenas a qualidade da comida que interferia com o êxito dos estabelecimentos, mas atualmente, é a proliferação de críticas pela Internet que pode fazer a diferença nos negócios. Uma experiência positiva pode trazer recomendações fortes que serão tidas em consideração pelos leitores que pesquisam ativamente antes de decidir onde ir comer, atraindo-os finalmente para o restaurante.

Mas não foi só a comunicação de marketing que mudou. Todos os outros aspetos do funcionamento de um restaurante e interação com o cliente também evoluíram.

As tecnologias vieram modificar a relação restaurante-consumidor, tornando o serviço mais automático e ao mesmo tempo mais próximo do cliente; cada vez mais, os conteúdos e as ementas, estão disponíveis em várias línguas e em formato digital, o que facilita a comunicação com o cliente. Sabia que mais de 40% dos consumidores afirmam que usariam um sistema de pedidos pelo tablet? E que mais de 80% dos restaurantes acreditam que os pedidos online e os pedidos feitos através dos smartphones se vão tornar mais populares num futuro próximo?

Para onde iremos evoluir, ninguém sabe em concreto, no entanto não restam dúvidas que caminhamos a passos largos para o maior bairro online. Aqui, neste bairro online, as barreiras linguísticas são quebradas/não existem, as pessoas aproximam-se, dão-se a conhecer, partilham gostos e fazem negócios. Há melhor sítio para começar do que à mesa?

 

Modificado em quarta, 24 setembro 2014 16:53

Cátia Ferreira

Blogger na Inpokulis. Comunica e escreve por gosto, inspirando-se no mundo, no cinema e na literatura. 

Sítio: plus.google.com/u/0/112444848786510067089/posts

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

  • Desafios. Projetos. Pessoas. Sempre com uma rota bem definida, mas suficientemente flexível para num instante manobrar o leme na direção a seguir.
  • Marketing Executive na Inpokulis. Social media geek. Viciado em música e boa comida.
  • Blogger na Inpokulis. Comunica e escreve por gosto, inspirando-se no mundo, no cinema e na literatura. 
  • Gestora de Projetos na Inpokulis, Portugal. Apaixonada por línguas e culturas, viagens, cinema e boa música.