Está à procura de serviço de tradução jurídica?

Após mais de 25 anos a prestar serviços de tradução e interpretação jurídica, a Inpokulis orgulha-se de ter avançado com a abertura de uma filial especializada e dedicada a serviços certificados de tradução jurídica.

Os nossos serviços de tradução são certificados pela Norma ISO 17100 desde 2009

Artboard1@2x

Falta de exatidão não é opção

Quando se trata de litígios multilingues, todas as pessoas têm direito, por lei, a uma interpretação adequada e à tradução adequada de cada documento, de forma a garantir um julgamento justo.

A nossa experiência jurídica

A nossa equipa de tradutores jurídicos especializa-se em traduções jurídicas e financeiras, interpretação, revisão e serviços linguísticos para os sectores jurídico e financeiro. Assim, quer precise de tradução oficial de documentos para um processo de imigração, ou de uma interpretação exata em tribunal para o ajudar no seu caso, veio ao local certo.

Clientes jurídicos
+ 0
Linguistas especialistas
+ 0
Anos de experiência
+ 0
De clientes satisfeitos
0 %
Documentos jurídicos traduzidos
+ 0
Horas de interpretação
0

Descubra o que os nossos clientes têm a dizer sobre nós

Precisa de um parceiro de confiança para as suas traduções certificadas?

A nossa equipa é constituída por tradutores especialistas na área jurídica, com experiência e qualificações comprovadas, incluindo antigos advogados e solicitadores que traduzem exclusivamente para a sua língua materna.

Saiba mais sobre o nosso serviço de Tradução Jurídica no nosso blog

Descubra mais sobre os nossos processos, padrões de qualidade e, inclusive, alguns factos divertidos.

Tudo o que quer saber sobre os nossos serviços de tradução jurídica

Abaixo encontrará respostas para as nossas perguntas mais habituais. Se não encontrar a resposta que procura, por favor contacte-nos

Porque escolher tradutores da Inpokulis?

Porque somos extremamente versados em precisão e subtileza, no uso de terminologia exata e em processos específicos. Desde compreender o significado e o propósito de um documento para proporcionar um equivalente em uso num sistema jurídico totalmente diferente, construímos a nossa experiência ao longo dos anos, e continuamos diariamente a aperfeiçoar práticas e a expandir conhecimentos para melhor atender as suas necessidades de tradução certificada de documentos.

Porque ninguém está mais ciente do que nós da convergência específica entre o Direito e a Linguística.

Somos membros da Associação Portuguesa de Empresas de Tradução, da rede EUATC (a Associação de Empresas de Tradução da União Europeia) e membro português da Eulogia (a Aliança Europeia das Agências de Tradução).

A qualidade é essencial na prestação de serviços de tradução certificada, pelo que dispomos de processos rigorosos para garantir que nunca há lapsos. Sempre revistas por um segundo tradutor, garantimos que as nossas traduções cumprem com os exigentes padrões de qualidade da ISO 17100:2015, um distintivo que usamos com imenso orgulho e que é renovado anualmente após auditorias realizadas pela Bureau Veritas (www.bureauveritas.pt).

Realizamos todo o tipo de tradução autenticada

Propomos serviços de tradução de documentos oficiais, desde certificados a contratos, escrituras, procurações, testamentos, pactos sociais, petições, notificações e sentenças, entre outros, em mais de 600 combinações linguísticas. Além disso, a diversidade da nossa equipa significa que podemos operar dentro de todas as áreas jurídicas com confiança e exatidão, sendo que os nossos serviços abrangerem as áreas do Direito Contencioso, Comercial, do Trabalho, da Família, Internacional, Fiscal e Penal, entre outros.

Realizamos traduções certificadas

As traduções podem ser certificadas de várias formas, dependendo da sua finalidade.

A Inpokulis providencia os seguintes tipos de certificação para garantir que satisfazemos todas as necessidades:

Certificado de tradução de qualidade ISO 17100:2015 com comunicado emitido pela Inpokulis em papel timbrado da empresa, que contém os pormenores oficiais da certificação de qualidade;

Certificado de tradução por notário

Certificado de tradução por um advogado ou outra entidade autorizada nos casos em que a certificação do documento por um notário não seja um requisito; Apostila para documentos emitidos em Portugal

Uma apostila é um certificado que autentica a origem de um documento público (p. ex.: uma certidão de nascimento, de
casamento ou óbito, uma sentença, uma certidão extraída de um registo ou um certificado notarial). Este certificado é reconhecido e pode ser utilizado noutro país que seja parte signatária da Convenção da Haia (consultar os países aqui «
Que países aceitam uma apostila?»)

As apostilas só podem ser emitidas para documentos emitidos num país membro da Convenção Apostila para serem utilizadas noutro país que também seja parte da Convenção.

 

Necessitará de uma apostila se se verificarem todos os critérios seguintes:

  • o país onde o documento foi emitido é signatário da Convenção Apostila; e
    • o país onde o documento será utilizado é signatário da Convenção Apostila; e
    • a lei do país onde o documento foi emitido considera-o um documento público; e
    • o país em que o documento será utilizado requer uma apostila que o reconheça como documento público estrangeiro.

    Uma apostila nunca poderá ser utilizada para o reconhecimento de um documento no país onde esse documento foi emitido – as apostilas são estritamente para uso de documentos públicos no estrangeiro!

A apostila aplica-se apenas a documentos públicos emitidos por um Estado participante da Convenção Relativa à Supressão da Exigência da Legalização dos Atos Públicos Estrangeiros, realizada na Haia a 5 de outubro de 1961, para serem apresentados a outro Estado que também tenha participado na Convenção.

Os documentos que necessitam de uma apostila devem ser originais e, no caso de registos criminais e das certidões de casamento e de nascimento, com data não superior a 3 meses.

✓ Certidões de Nascimento

✓ Certidões de Casamento

✓ Certidões de Óbito

✓ Certidões de Batismo e outros registos eclesiásticos

✓ Apostila para Legalização de certidões e de outros documentos

✓ Legalização Consular de certidões e de outros documentos

✓ Traduções certificadas para inglês

✓ Certificado de Registo Criminal

✓ Certidão de Testamento

✓ Certificados de Propriedade: Fique a saber quem é o atual proprietário de imóveis

✓ Procura de propriedade imobiliária atual e passada

✓ Verificação da autenticidade de certificados civis

✓ Verificação do Estado Civil

✓ Duplicados de Sentenças e Acordos de Divórcio

✓ Pesquisas Genealógicas

Veja todas as informações oficiais sobre onde e como solicitar uma apostila em Portugal aqui:
https://www.ministeriopublico.pt/perguntas-frequentes/servico-apostilas

Os países abaixo reconhecem e emitem apostilas para a legalização internacional de documentos.

Estes grupo de países é coletivamente conhecido como «países membros da Convenção Apostila da Haia»:

 

África do Sul, Albânia, Alemanha, Andorra, Antígua e Barbuda, Arábia Saudita, Argentina, Arménia, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Bahamas, Bahrein, Barbados, Belarus, Bélgica, Belize, Bolívia (Estado Plurinacional da), Bósnia e Herzegovina, Botswana, Brasil, Brunei Darussalam, Bulgária, Burundi, Cabo Verde, Cazaquistão, Chile, China, Chipre, Colômbia, Costa Rica, Croácia, Dinamarca, Domínica, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Essuatíni, Estados Unidos da América, Estónia, Federação Russa, Fiji, Filipinas, Finlândia, França, Geórgia, Granada, Grécia, Guatemala, Guiana, Honduras, Hungria, Ilhas Cook, Ilhas Marshall, Índia, Indonésia, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Jamaica, Japão, Kosovo, Lesoto, Letónia, Libéria, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macedónia do Norte, Malawi, Malta, Marrocos, Maurícia, México, Mónaco, Mongólia, Montenegro, Namíbia, Nicarágua, Niue, Noruega, Nova Zelândia, Omã, Países Baixos, Palau, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polónia, Portugal, Quirguistão, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, República Checa, República da Coreia, República da Moldávia, República Dominicana, Roménia, Samoa, San Marino, Santa Lúcia, São Cristóvão e Nevis, São Tomé e Príncipe, São Vicente e Granadinas, Seicheles, Senegal, Sérvia, Singapura, Suécia, Suíça, Suriname, Tajiquistão, Tonga, Trinidad e Tobago, Tunísia, Türkiye, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Vanuatu, Venezuela (República Bolivariana da).

 

A lista atualizada destes países está disponível no siteda Conferência da Haia.

Peça as suas traduções a uma empresa de confiança!